Arquivo da categoria: Prosperidade

Deus e a nossa verdadeira prosperidade

Você deve estar meio surpreso com o tema que coloquei nesse texto. “Verdadeira prosperidade”? “Como assim”?
Gostaria de fazer uso das palavras do profeta Isaías, que declara em Is 55.1-3: “O vós, todos os que tendes sede, vinde às águas, e os que não tendes dinheiro, vinde, comprai, e comei; sim, vinde, comprai, sem dinheiro e sem preço, vinho e leite. Por que gastais o dinheiro naquilo que não é pão? E o produto do vosso trabalho naquilo que não pode satisfazer? Ouvi-me atentamente, e comei o que é bom, e a vossa  alma se deleite com a gordura. Inclinai os vossos ouvidos, e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque convosco farei uma aliança perpétua, dando-vos as firmes beneficências de Davi”.

Ao ler esses versículos, eu parei e pensei: “Então, segundo Isaías, qual seria a nossa verdadeira prosperidade”? Mas eu encontro uma breve resposta do Senhor Jesus, em Marcos 10.29,30, veja:

“Em verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou pai,  ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do evangelho,que não receba cem vezes tanto, já neste tempo, em casas, e irmãos, e  irmãs, e mães, e filhos, e campos, com perseguições; e no século futuro a vida eterna”. Esta aí, um exemplo de uma verdadeira prosperidade.

Isaías diz: “Por que gastais o dinheiro naquilo que não é pão? E o produto do vosso trabalho naquilo que não pode satisfazer?” (Is 55.2 NVI).

Porque temos gastado dinheiro naquilo que não nos traz vida? Cristo te faz um convite ! Veja !

“Ó vós todos os que tendes sede, vinde às águas, e vós QUE NÃO TENDES DINHEIRO, vinde, comprai e comei, sm, vinde e comprai, SEM DINHEIRO e SEM PREÇO, vinho e leite”. (Is 55.1 NVI)

“Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”. (Mt 11.28-30 NVI)

“Escutem-me, vocês que buscam a retidão e procuram pelo Senhor: Olhem para a rocha da qual foram cortados e para a pedreira de onde foram cavados; olhem para Abraão, seu pai, e para Sara, que lhes deu à luz. Quando eu o chamei, ele era apenas um, e eu o abençoei e o tornei muitos. Com certeza o Senhor consolará Sião e olhará com compaixão para todas as ruínas dela; ele tornará seus desertos como o Éden, seus ermos, como o jardim do Senhor. Alegria e contentamento serão achados nela, ações de graças e o som de canções”. (Is 51.1-3 NVI)

Olha o que o nosso Cristo nos direciona a fazer:

“Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam, mas acumulem para vocês tesouros no céu, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam. Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração”. (Mt. 6.19-21 NVI)

“Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma. Se alguém não permanecer em mim, será como o ramo que é jogado fora e seca. Tais ramos são apanhados, lançados ao fogo e queimados. Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido. Meu Pai é glorificado pelo fato de vocês darem muito fruto; e assim serão meus discípulos. Como o Pai me amou, assim eu os amei; permaneçam no meu amor”. (Jo 15.5-9 NVI)

“Você diz: Estou rico, adquiri riquezas e não preciso de nada. Não reconhece, porém, que é miserável, digno de compaixão, pobre, cego e que está nu. Dou-lhe este conselho: Compre de mim ouro refinado no fogo e você se tornará rico; compre roupas brancas e vista-se para cobrir a sua vergonhosa nudez; e compre colírio para ungir os seus olhos e poder enxergar”. (Ap. 3.17,18 NVI)

Que venhamos a fazer o que nos diz a Bíblia em 1 Coríntios 10.31: “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para a glória de Deus”.

Soli Deo Gloria,
Matheus Bastos

Igrejas que trocaram a Cruz de Cristo pelo Cifrão

A Igreja Evangélica Brasileira tem sido vítima de constantes aberrações e distorções teológicas. Infelizmente as consequências da Teologia da Prosperidade em nossas estruturas cúlticas tem sido desesperadoras. Lamentavelmente a cada novo dia surgem em nossos arraiais novos comportamentos que fazem o povo de Deus ruborizar de vergonha.

Ontem eu escrevi sobre o apóstolo Silvio Ribeiro de Porto Alegre, que possui um $ na fivela de cinto da calça. (clique neste link para ver a foto).

Pois é, diante desta sandice, confesso que fiquei a pensar com os meus botões, naquilo que se transformou o cristianismo. Para angústia dos santos de Deus, a CRUZ deixou de ser o simbolo da nossa fé dando lugar a simbolos exdrúxulos onde a prosperidade constantemente é mencionada.

Não sei se vc lembra, mais há aproximadamente dois mil anos atrás, houve um homem que disse gloriar-se na cruz de Cristo. Esse homem foi alguém que revirou o mundo de cabeça para baixo pelas doutrinas que pregava. De todos os homens que já viveram neste mundo, foi ele quem mais contribuiu para o estabelecimento do Cristianismo. E mesmo assim, foi este homem quem disse aos Gálatas:

“Longe esteja de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo”, Gálatas 6.14

Caro leitor, ao contrário de Paulo, parte das igrejas evangélicas brasileiras tem pregado um evangelho muito diferente do evangelho da Bíblia. Em dias tenebrosos como os nossos, muito se tem falado sobre vitória, bênçãos e prosperidade, contudo, quase não ouvimos mais pregações sobre a centralidade da Cruz. O pastor anglicano John Stott acerta vez afirmou que um dos mais graves equívocos da igreja evangélica é querer um cristianismo sem cruz.

A cruz de Cristo deve ser a nossa mensagem central. A morte do Cordeiro que tira o pecado do mundo deve ser a nossa proclamação. O sangue justo derramado na cruz a favor dos eleitos deve ser a nossa ênfase principal. A cruz é o centro da história do mundo. A encarnação de Cristo e a crucificação de nosso Senhor são o centro ao redor do qual circulam todos os eventos de todos os tempos.

Oh! Quão maravilhosa é a mensagem da Cruz! Como diz a clássica canção: “Sim eu amo a mensagem da cruz, até morrer eu a vou proclamar, Levarei eu também minha cruz, até por uma coroa trocar.”

Soli Deo Gloria

Renato Vargens

A Teologia da Prosperidade à luz da Bíblia Sagrada

Texto base: Eclesiastes 5.10 e outros


“Quem amar o dinheiro jamais dele se fartará; e quem amar a abundância nunca se fartará da renda; também isto é vaidade.”
Queridos eu não sei o que você sente em relação ao “evangelho” da prosperidade, mas vou dizer a vocês o que eu sinto. ÓDIO. Isso não é evangelho! Está sendo exportada dos EUA para a Ásia e a África, vendendo um cardápio de benefícios aos mais pobres dos pobres. Eles dizem: “Creiam nessa mensagem, e seus porcos não iram morrer, e suas esposas não teram abortos e você terá anéis em seus dedos e casacos nas suas costas.” Isso está saindo da América. Pessoas às quais nós deveríamos dar nosso dinheiro, nosso tempo e nossas vidas, invés de vender a eles um monte de esterco que eles insistem em chamar de “evangelho”.
E esta é a razão pela qual a Teologia da Prosperidade é tão horrenda.
Quando foi a vez que uma pessoa jamais afirmou que Jesus é totalmente satisfatório por causa da BMW que possuía? NUNCA! Eles dirão: “foi Jesus quem te deu isso?… Eu aceito esse Jesus!” Isso é IDOLATRIA. Isso não é EVANGELHO. Isso é colocar os dons acima de quem deu os dons. Eu vou dizer o que faz Jesus parecer lindo.
É quando você bate seu carro e sua filhinha voa através do pára-brisas e cai morta na rua, e você diz, em meio a mais profunda dor possível: “Deus me é suficiente. Ele é bom, Ele cuidará de nós, Ele irá nos satisfazer. Ele nos fará passar por isso. Ele é o nosso TESOURO. A quem tenho eu no céu além de Ti? E na Terra não há nada que eu deseje além de Ti. Minha carne, meu coração e minha filhinha desfalecem, mas Tu és a força do meu coração e a minha porção para sempre.”
Isso faz Deus parecer GLORIOSO. Como Deus, não como alguém que dá carros, segurança ou saúde. Oh, como eu oro para que o Rio de Janeiro seja liberto, de teologias que enfatizam a saúde, a riqueza e a prosperidade; de fato que o Brasil seja liberto. E que a igreja cristã seja conhecida por SOFRER por Cristo.
Deus é mais glorificado em você, quando você está satisfeito nEle. Em meio a dor e a pobreza, e não a prosperidade.

Coisas que Deus nunca prometeu

A lista das coisas que Deus nunca prometeu é enorme. A criatividade duvidosa dos vendedores da fé ultrapassa todos os limites. Prometem o que Deus nunca prometeu, vendem o que Ele nunca comprou e dizem – em nome de Deus – o que o próprio jamais disse. Esse é o estelionato religioso, produto mercadológico dos “irmãos Metralhas” da celestialidade bandida.

Quantas vezes você já ouviu um pregador prometer milhões de coisas antes de pregar? Aí pergunto: e se Deus não quiser fazer nada naquela noite? Quem poderá forçá-lo a fazer? Por causa do surto milagromaníaco que invade as igrejas/empresas da autoajuda sagrada de hoje, esses camelôs eclesiásticos insistem em vender quinquilharias religiosas aos moribundos psicológicos que frequentam os shoppings/templos cotidianos.

Virou mania chamar para si prerrogativas divinas. Já não basta ser apenas um homem de Deus, é preciso ser uma espécie de super-herói, de quebra-galhos divino, um mágico celestial que confunde Deus com um gênio da lâmpada. Muitos preferem ser uma espécie de anjo Gabriel com surto de idiotice a ser gente de Deus andando na terra sobre o chão da humildade.

DEUS NUNCA PROMETEU FACILIDADES: A vida cristã é caminho de cruz. É andar nas trilhas íngremes das tribulações. É aprender a morrer. Jesus chama seus discípulos e avisa: “Vou rogar ao Pai e ele vai enviar outro Consolador” (Jo. 14. 16). Ora, consolo não é para quem está na festa, no shopping ou no parque de diversões, mas para quem está no luto, na crise, na dor. Essa é a promessa que Jesus fez: Preparem-se para as perdas! O Consolador é uma certeza!

DEUS NUNCA PROMETEU SUCESSO EM TUDO: Principalmente o sucesso sob o ponto de vista da sociedade estranha de hoje. Sucesso para Deus é um retorcido numa cruz salvando o mundo de seus pecados! A lista das bem-aventuranças mostra o tipo de gente que Jesus abençoou com o adjetivo “Felizes”: pobres de espírito, os que choram, mansos, famintos e sedentos por justiça, misericordiosos, puros de coração, pacificadores, sofredores e os injuriados e perseguidos pela causa de Cristo (Mt. 5. 3-11). Ou seja, dessa lista exclui-se grande parte dos líderes religiosos dessa igreja/circo da atualidade.

DEUS NUNCA PROMETEU UMA SÉRIE DE COISAS QUE INVENTAM TODOS OS DIAS NAS IGREJAS: Por exemplo, ele nunca prometeu compensação imediata em troca das ofertas (o próprio termo “ofertar” já implica um doar desinteressado). Ofertas, na Bíblia, sempre vêm acompanhadas de sacrifício (viúva pobre, por exemplo (Lc. 21. 1-4)). Hoje, oferta-se não mais com a dor do sacrifício, mas com a ansiedade do retorno. Já não é oferta, mas investimento no banco da celestialidade.

NÃO QUERO AS PROMESSAS DOS EMPRESÁRIOS DE DEUS: Quero permanecer firme nas promessas do meu salvador. Principalmente na maior de todas: “Eis que venho sem demora” (Ap. 22. 12).

Até mais…